Avanços na Farmácia Hospitalar: Otimização de custos e processos por meio da tecnologia dispositivo móvel (Mobile)

Resumo

Esse artigo tem como objetivo demostrar a evolução e necessidade da otimização de custos e processos utilizando como ferramenta principal o dispositivo móvel (mobile). Este equipamento desempenha um papel crucial ao atender solicitações de prescrições médicas e materiais, sem a necessidade de depender de uma infraestrutura fixa. Tal abordagem não apenas aprimora a agilidade dos processos, mas também resulta em redução de custos, garantindo precisão no atendimento e aprimorando a produtividade.

Palavras-chaves: Farmácia Hospitalar, Dispositivo Móvel, Custos.

Abstract

This article aims to demonstrate the evolution and need to optimize costs and processes using the mobile device as the main tool, equipment that fulfills requests for medical prescriptions and materials, without the need for fixed equipment. Thus improving process agility, cost reduction, service precision with better productivity.

Keywords: Hospital Pharmacy, Mobile Device, Costs.

Introdução

Farmácia hospitalar

A farmácia hospitalar é uma parte essencial de um hospital ou instituição de saúde, responsável pelo gerenciamento, aquisição, armazenamento e distribuição de medicamentos e materiais para garantir o uso seguro e eficácia desses recursos terapêuticos no ambiente hospitalar. Contribui para a segurança do paciente, qualidade do atendimento e o controle de custos na área da saúde. Com o crescimento da instituição e os avanços tecnológicos impulsionaram a necessidade de incorporar tecnologias móveis à rotina farmácia hospitalar.

A integração dessas ferramentas não apenas acompanha a evolução do setor, mas também se torna cada vez mais acessível, proporcionando melhorias significativas na eficiência operacional.

A aplicação de tecnologias avançadas na gestão da farmácia hospitalar não se restringe apenas à modernização, mas transcende para a esfera estratégica. A sistematização de informações para formulação de estratégias permite aos gestores na área de assistência farmacêutica, uma base solida para tomada de decisões e aplicação de recursos com segurança.

Mobile

O mobile trata-se de um dispositivo móvel, onde podemos descrevê-los como portáteis, compacto e equipados com tecnologias avançadas com recursos de conectividade sem fio e com telas touch. Trata-se de um dispositivo dinâmico e adaptável, destinado a proporcionar mobilidade e versatilidade em suas funcionalidades.

O mobile na farmácia hospitalar

Para compreendermos a otimização do processo é essencial termos o conhecimento sobre o método da rotina anterior. As prescrições médicas são passadas pela avaliação farmacêutica e após eram impressas e, em seguida, o processo de separação era realizado da seguinte maneira: cinco pessoas se encarregavam da separação, levando em média de 15 a 20 minutos por prescrição médica. Além disso, dois colaboradores ficavam responsáveis pela digitação, (realizada no computador), no atendimento (em conta), dos pacientes, dos materiais/medicamentos separados pela equipe anterior. Após a digitação, era gerado um outro impresso, e encaminhados para o setor de dose onde era realizado a montagem das tiras, e duas pessoas ficavam responsáveis.

As conferências eram feitas com o documento de saída. Depois todos os papéis eram armazenados em uma sala pelo período de seis meses.

O papel do dispositivo móvel (mobile) na economia de recursos:

  1. Redução de erros: A precisão do atendimento reduz significativamente os erros de medicação, minimizando riscos para os pacientes e otimizando o uso de recursos no tratamento de consequências de erros.
  • Agilidade nos fluxos de trabalho: Processos como a dispensação de medicamentos e materiais tornam-se mais ágeis, melhorando a produtividade da equipe farmacêutica e reduzindo o tempo de espera dos pacientes.
  • Aspectos ambientais: Além dos beneficios econômicos para instituição, os beneficios ambientais da redução de folhas sulfites, contribui para práticas mais sustentáveis no setor de saúde.

Resultados

Com a implementação do mobile, otimizamos o fluxo de trabalho da seguinte maneira: as prescrições médicas passam pela avaliação farmacêutica, resultando na geração de solicitações que são liberadas conforme os horários determinados, não havendo a necessidade de imprimir os papéis, pois as informações são integradas ao dispositivo mobile, separados pelo nome do paciente e o horário das medicações.

Um único membro da equipe é responsável por conduzir todo o processo, desde a separação até a finalização, sendo possível diminuir significativamente o tempo médio de 20 minutos para 2-3 minutos. Aprimorando a confiabilidade dos itens enviados.

Os materiais e medicamentos são bipados através do código de barras ou QR Code, levando em conta que não é possível bipar o medicamento ou material que não estão na solicitação. Essa questão vai de encontro com a 3ª meta internacional, (pertencente às 6 metas internacionais de segurança do paciente), que envolve a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos. Todas as medicações devem ser usadas de forma adequada para não comprometer a sua segurança. O quadro de funcionários foi reduzido e também eliminado a demanda de espaço físico para armazenamento dos papéis.

A instituição possui elevado compromisso com a sustentabilidade, dessa maneira, o dispositivo móvel (mobile) tem sido um divisor de águas, diminuindo a quantidade significativa de uso de papeis, consequentemente, o custo com as impressões e aluguéis de equipamentos e mão de obra. Esses dispositivos permitem o atendimento das solicitações em tempo real, dispensação de medicamentos/materiais e rastreabilidade.

Além disso, oferecem funcionalidades como leitura de códigos de barras e QR Code, melhorando a precisão e a efetividade do processo. Vale a pena destacar que, a leitura via código de barra só é possível por meio de equipamentos que realizam a unitarização de ampolas, frascos ampolas, drágeas e comprimidos, dessa forma não é necessário mão de obra para o processo de etiquetação manual.

Gráfico 1 – Refere a redução de custos de resma do qual teve seu início 01/09/2022

De acordo com o gráfico 1 fica evidenciado, que após a utilização do mobile resultou em uma significativa redução dos custos relacionados ao consumo de papel sulfite, atingindo aproximadamente 89,72%.

Gráfico 2 – Redução de colaboradores em valores

O gráfico 2, refere-se à redução de mão de obra no valor de R$ 32.238,40

Conforme pode ser observado no gráfico 2, a otimização na equipe resultou em uma redução significativa de 84%. Cabe ressaltar que, para a implantação do dispositivo móvel (mobile), foi realizado um investimento de R$ 40.000,00 para aquisição de 10 mobile.

Considerações Finais

Os resultados do presente estudo demonstram que com a implantação do dispositivo móvel (mobile) não apenas resultou em uma redução de custos, mas também em aprimoramentos nos processos, na redução de erros e na garantia de segurança do paciente, conforme preconiza a 3º meta internacional de segurança do paciente. A farmácia hospitalar está no limiar de uma transformação significativa, impulsionada pelo dispositivo móvel (mobile). A economia de recursos alcançada por meio da precisão, agilidade e eficiência resultantes dessa tecnologia não só aprimoram a gestão, mas também elevam o padrão de cuidado ao paciente. O dispositivo móvel (mobile) na farmácia hospitalar não é apenas uma alternativa, mas uma necessidade para o futuro da prestação de assistência médica de qualidade.

Referências Bibliográficas

https://www.anahp.com.br/noticias/hospital-tacchini-implanta-farmacia-mobile/ [acesso em: 20 out 2023]

https://www.gov.br/ebserh/pt-br/hospitais-universitarios/regiao-sudeste/hc- ufmg/saude/metas-internacionais-de-seguranca-do-paciente/metas-internacionais-de-seguranca- do-paciente [acesso em: 20 out 2023]http://sbrafh.hospedagemdesites.ws/site/public/docs/padroes.pdf

Autores: CANDIDO, Elaine da Silva MATSUMOTO, Milena Yumi Silverio SHIRAYSHI, Tânia Yuriko Kushikawa GARCIA, Washington Luis

REIS, Carlos Henrique Bertoni ROMÃO, Maria de Fatima Silva

Avanços na Farmácia Hospitalar: Otimização de custos e processos por meio da tecnologia dispositivo móvel (Mobile)
Role para cima