Dispensários Eletrônicos de Medicamentos: Melhorias Implantadas que Impactaram na Satisfação e no Atendimento à Assistência pela Equipe Multidisciplinar

Resumo: O trabalho foi desenvolvido a partir de análise de causa raiz da insatisfação da equipe de enfermagem com os dispensários de medicamentos e implantação de melhorias que pudessem auxiliar na qualidade dos abastecimentos em um hospital privado na cidade de São Paulo. Aumentando a satisfação do cliente interno e aperfeiçoando a capacidade e o maior controle do estoque facilitando a utilização do dispensário eletrônico de medicamentos.

Palavras-chave: Dispensários de medicamentos, automação, satisfação do cliente interno.

Introdução: Dispensários eletrônicos são sistemas automatizados de dispensação de medicamentos e materiais médicos hospitalares, que permitem o controle e oferecem segurança de maneira descentralizada em instituições de saúde. A redução de erros relacionados a medicamentos garantindo maior segurança ao paciente, a rastreabilidade e a otimização do tempo são alguns dos benefícios de se automatizar e descentralizar os itens em armários informatizados (ISMP, 2019). Apesar da grande utilização e efetividade do sistema, observou-se com o levantamento da análise da causa raiz algumas oportunidades de melhoria nas atividades e gestão dos dispensários eletrônicos, dentre estes destacam-se que as solicitações constantes de urgência devido ao desabastecimento de itens, a falta de padronização e treinamento de auxiliares de farmácia na reposição dos dispensários e o alto redirecionamento de atendimento de medicamentos para a Farmácia Central em função da falta do item no dispensário. Pensando nisso, algumas medidas de gerenciamento da equipe responsável pelo abastecimento dos dispensários e inclusão de algumas ferramentas de auxílio ao atendimento e abastecimento foram estabelecidas a fim de melhorar a percepção pela equipe de enfermagem com os dispensários de medicamentos.

Objetivos

Facilitar a utilização e aumentar a satisfação da equipe de enfermagem no uso dos dispensários eletrônicos de medicamentos em um hospital privado na cidade de São Paulo.

Método

Foi utilizado o método de análise para buscas de causa raiz através da ferramenta de melhoria de qualidade dos 5 porquês e o método do 5W2H para desenvolvimento e implementação dos planos de ação. A metodologia qualitativa através de uma pesquisa de satisfação aplicada em uma equipe de enfermagem de um hospital particular na cidade de São Paulo ocorreu com coleta de dados em duas etapas: antes (2021) e depois (2022) das melhorias implementadas pela farmácia central.

Resultados

Em 2021,período anterior às melhorias aplicadas, 78 respostas atribuíram nota 3,92 aos dispensários eletrônicos. Posteriormente, em 2022, 171 respondentes atribuíram nota 8,01. Como resultado das análises às pesquisas, observou-se um aumento de 104,3% das médias das notas na pesquisa de satisfação aplicada pela equipe de enfermagem.

Foi observado que o direcionamento de atendimento de rotinas de medicamentos dispensados através dos dispensários no 1º trimestre de 2021 foi de 74,03%, enquanto que no mesmo período do ano seguinte atingiu 77,6%. No 4º trimestre de 2022, observou-se o melhor resultado, com 79,8% dos direcionamentos de atendimento de rotinas de medicamentos prescritos nas unidades de internação que saíram pelos dispensários.

Gráfico 1 Gráfico 1: Direcionamento de atendimento de rotinas de medicamentos dispensados através dos dispensários eletrônicos

Conclusões

A melhora no controle do processo de dispensários proporcionou uma maior satisfação para a equipe de enfermagem. Um maior direcionamento de atendimento de medicamentos nos dispensários garante maior segurança para o paciente e agilidade. Um maior controle de estoque e sua localização no dispensário contribui para facilitar a utilização do equipamento e com a sustentabilidade da instituição hospitalar.

Referências

INSTITUTE FOR SAFE MEDICATION PRACTICES (ISMP). Guidelines for the Safe Use of Automated Dispensing Cabinets. 2019. Disponível em: <https://www.ismp.org/resources/guidelines-safe-use-automated-dispensing-cabinets>. Acesso em: março, 2023.

Autor: SILVA, Rafaeli

Dispensários Eletrônicos de Medicamentos: Melhorias Implantadas que Impactaram na Satisfação e no Atendimento à Assistência pela Equipe Multidisciplinar
Role para cima